Dois rapazes

Não posso deixar de notar em várias pessoas um ligeiro desalento quando souberam que vamos ter outro rapaz. Há uma espécie de lógica social instalada que diz que depois do menino tem que vir a menina para ser um casal, ou vice-versa. O importante é "o casal".

Primeiro, isto do casal quando estamos a calar de irmãos é um bocado sinistro. Já alguém pensou nisto?

Depois, há outro pormenor: antes do Vasco só nos imaginávamos pais de meninas. Foi uma verdadeira surpresa... e foi a melhor surpresa possível. Neste assunto não há falsas modéstias: o Vasco tem sido tão fácil de educar, tem um feitio tão bom e ter este rapaz tem sido tão simples que só se fôssemos doidos é que íamos agora torcer por uma menina!

Um outro detalhe de que as pessoas se tendem a esquecer: temos a Ana na família desde os primeiros meses, por isso a experiência da menina não é totalmente desconhecida para nós.

Tudo isto para dizer que estamos mesmo muito felizes pelo menino que está a caminho. Quanto ao Vasco, nunca pôs sequer a hipótese da menina. "É um mano que vem aí"... E acertou...!

E se de repente...

...eu voltasse a escrever?

É que isto agora está muito evoluído (ou então, como de costume, descobri muito mais tarde que toda a gente). Com a app do blogger já posso escrever no telemóvel em qualquer lugar e de forma mais prática, uma grande vantagem nos dias que correm.

E a verdade é que às vezes tenho vontade de escrever e não tenho onde o fazer.

O blog começou em 2008, há quase 10 anos. Hoje sou uma pessoa diferente da que era na altura e a principal diferença em termos de escrita é talvez esta vontade de escrever por mim, para mim, não tanto com o objetivo de agradar ou mostrar aos outros. Talvez um dia até torne o blog privado, porque não?

Quando o Vasco nasceu pensei que era o melhor motivo para reacender o espírito do blog. Nada mais errado, claro. Nunca quis perder nada, nenhum momento, tenho sido egoísta ao ponto de não partilhar nada com ninguém. Agora, a poucos meses de um novo filho, é provável que isto volte a acontecer, e portanto não posso prometer que este espaço venha a ter durante muito tempo a dinâmica que teve.

Portanto, sem qualquer compromisso e só mesmo porque tenho saudades, a partir de hoje volto a escrever. Não sei quanto, nem durante quanto tempo. E se alguém (re)aparecer por aí... obrigado. Também tenho saudades vossas!

O pequeno fenómeno e o histórico infeliz

Mesmo quem não percebe muito de futebol já percebeu que algo de estranho se passa na Liga Inglesa este ano. O Leicester City está nas bocas do Mundo, pois a quatro jogos do final do campeonato tem 5 pontos de avanço sobre o Tottenham e prepara-se para uma vitória inédita e histórica.


Este Leicester tinha, no início do campeonato, uma probabilidade de 5000 para 1 de ser campeão. Para termos noção do que isto significa, note-se que a probabilidade de se confirmar a vida noutros planetas em 2017 é de 100 para 1.

Será um "case study" durante muitos anos, parece-me. Significa muito para o futebol uma vitória destas, à base do trabalho de equipa, do esforço, da dedicação, e tudo isto é algo a que os amantes do futebol não podem ficar indiferentes.

Em boa verdade, neste momento praticamente todo o Mundo pretende ver o Leicester campeão. Todos... menos os agentes das casas de apostas e os adeptos do Tottenham, claro!

Para mim é um sentimento misto. É demasiado grande o feito deste pequeno Leicester, e realmente merece ser feliz no final da época. Infelizmente, sou há vários anos adepto do Tottenham e tenho mesmo pena que isto vá acontecer no melhor ano da história da equipa de Londres desde 60/61, a última vez em que foram campeões. Este ano, que foram (finalmente!) superiores aos Manchesters, ao Arsenal, ao Chelsea, ao Liverpool... aparece do nada um pequeno Leicester ainda melhor. Nem parece justo!

Mas é por isto que amamos o futebol...

Amy

Um documentário de cortar a respiração, pelo incrível talento natural de Amy Winehouse mas também pela constatação de um facto: Esta, de tão frágil, era uma alma perdida a partir do momento em que o Mundo a conheceu.

Uma história que, mesmo repetida vezes sem conta com vítimas diferentes, é sempre actual.

Fascinante, brutal, real, intenso. Obrigatório!

Escape Challenge - O desafio!

A ideia é simples: Um grupo de amigos aprisionado numa sala com o objectivo de conseguir decifrar vários enigmas e sair da sala dentro do tempo limite de uma hora.

É um conceito sobejamente conhecido no mundo virtual, há vários jogos online e aplicações que replicam situações deste género. No entanto é de saudar que em pleno século XXI surjam projetos destes que desafiam o paradigma dos jogos solitários online, estimulando o trabalho de grupo e o espírito de equipa numa experiência realista e verdadeiramente divertida para todos os participantes!

E é difícil nos tempos que correm encontrar uma atividade que seja tão abrangente - Escape Challenge é daqueles jogos que agradam a todos e que dão realmente vontade de voltar, de experimentar salas novas, desafios diferentes!

A equipa da organização é impecável, com uma boa disposição à prova de bala, sabendo também contribuir na medida certa para a criação do ambiente tenso necessário para que esta seja uma aventura inesquecível.

Não há dúvidas: Escape Challenge foi uma das melhores ideias dos últimos tempos, é recomendável a todos e é garantidamente uma hora diferente e muito bem passada!

P.S.- A nossa super-equipa conseguiu a fuga em 51 minutos!! Alguém consegue melhor...?

Escape Challenge
http://www.escapechallenge.net/
Rua de Santa Catarina, 218
3º Andar

Porto

Da série "Documentação de WC"

É sabido que tenho uma base de dados de avisos, notas, escritos em WC públicos. Gosto de apreciar a originalidade de quem coloca informações de todo o tipo para quem por lá passa. Nos últimos tempos tenho vindo a recolher algumas que hoje partilho aqui. Estejam à vontade para fotografar e enviar outras!

(Porque "W.C." ou um símbolo não era suficientemente chique)

(... em todas as situações??? Não é fácil...)

(Para informar como deve ser não basta uma frase. É preciso detalhar ao máximo a informação, embora esquecendo acentuação e misturando singular com plural.)

(Cá está. O caixote do lixo que fala e come. Tive tanta pena deste que deitei lá para dentro um rolo inteiro para ele ir petiscando durante o dia.)

("É para escrever um aviso? OK, eu escrevo. Mas que tipo de letra escolho?? E cores?? E tamanho?? Maiúsculas ou minúsculas??? Normal, negrito ou itálico??? Não consigo decidir... O melhor é um bocadinho de cada!")

(Esta malta que escreve em W.C. está cada vez mais perfeccionista e descritiva. Qualquer dia temos Hemingway nas paredes.)

(Acredite-se ou não, estes 3 avisos estão no mesmo W.C. Uma boa alternativa seria talvez cumprir a lei e não fumar em edifícios públicos... não? De notar que não se podem deitar periscas NEM pontas de cigarro. Importante!)

2 anos

Vem com uns dias de atraso... mas nunca é tarde para festejar!!!E nós gostamos mais de festejar em datas aleatórias, por isso... Muitos parabéns meu amor! Foram dois anos excelentes, não achas?




Ainda o casamento do ano

Vem com um pequeno atraso mas não podia deixar de comentar o casamento do ano. O empresário Jorge Mendes casou e ao casamento vieram, naturalmente, convidados de luxo de todo o Mundo.

Durante uns dias falou-se de tudo: Do dinheiro que se gastou no casamento, dos carros dos convidados, do vestido da noiva e até do corpo da mesma. Chegámos mesmo a ser presenteados com uma opinião ridícula e insultuosa de um tal de Ricardo Tavares da CMtv sobre o aspecto físico da esposa de Jorge Mendes (assunto que deverá chegar a Tribunal logo que Mendes volte de lua-de-mel, prevejo eu...).

Falou-se ainda que o convite foi enviado por e-mail para os convidados, como que a insinuar que também assim se pouparam uns euros.

O que praticamente todos se esqueceram de referir foi o conteúdo do convite que, sinceramente, me parece o verdadeiro motivo de interesse em toda esta história:



Muitos dirão que Jorge Mendes não faz mais que a sua obrigação, dado que está mega-rico. Mas a verdade é que não tinha que o fazer. E o gesto fica-lhe bem, principalmente tendo em conta as prováveis prendas de convidados tão luxuosos.

Foi para mim uma das melhores jogadas de sempre do empresário. Um bem-haja para ele.

A primeira travessia

Ameaçou uma, duas, três vezes, o tempo suficiente para eu perceber que o grande momento estava prestes a chegar. E assim, apesar da pouca luz e do vídeo vertical, ficou registado um momento inesquecível... parabéns meu querido. A primeira caminhada aos 12 meses e 21 dias. És o maior!!!

video