Toda a Verdade

Devo este artigo ao blog desde o primeiro dia. Era suposto ser o segundo artigo da história de Corda aos Sapatos, logo a seguir à apresentação, mas por vários motivos tem sido adiado. O principal é talvez o receio de represálias. Quem viu o filme Teoria da Conspiração, com Mel Gibson e Julia Roberts, sabe que no que respeita a matérias realmente importantes estamos constantemente sob controlo e que quem tem informações privilegiadas está permanentemente em perigo.

Hoje vou falar, porque é um assunto que não posso guardar por muito mais tempo, e apesar de já ter transmitido certas informações “off the record” hoje é o dia de isto vir a público. Com alguns cuidados necessários, claro.

Falo, como já devem ter percebido, de informação privilegiada que tenho sobre um baterista famoso cujo nome em português seria, provavelmente, Filipe Colinas. Vou evitar o nome inglês para não me expor demasiado, embora sabendo os riscos que corro.

Filipe Colinas tem possivelmente a pior voz de todos os tempos, daí ter começado desde cedo a tocar bateria. Tornou-se um baterista de eleição e renome, disso não há dúvidas, mas Colinas queria mais. Queria o Mundo.

Em 1975 o fabuloso vocalista da banda de Colinas (em português chamar-se-ia... Pedro Gabriel) deixou misteriosamente a banda alegando questões pessoais. Que até hoje nunca foram apuradas... e Colinas tornou-se o vocalista. O que não deixa de ser curioso dado que ele, como já referi, sempre foi dono de uma excelente voz para escrever à máquina. Colinas cortou pela raiz, misteriosamente, as hipóteses de ser contratado um novo vocalista para a banda. Estranho, no mínimo.

Mais tarde Filipe Colinas decide enveredar pela carreira a solo, mas sabia de antemão que sendo um péssimo cantor não poderia alcançar sozinho o sucesso que a banda garantia. É por esta altura que os cientistas de Colinas desenvolvem o chip. Um estranho chip que, uma vez instalado no software de mistura de músicas faz com que quem ouve se sinta deliciado e viciado naquele som! Ora, se este chip implementado em álbuns de um cantor normal o transforma no maior cantor do Mundo, num álbum do Colinas faz dele um cantor normal, o que para ele é absolutamente milagroso, ainda mais tendo em conta o seu “atractivo” aspecto físico. E Colinas tornou-se num ícone da sua geração. Hoje, se eu vos perguntar quantas músicas dele conhecem, talvez me apontem duas, três. Mas garanto que se ouvirem um “Best Of” conhecem, e até cantam, as músicas TODAS! Pensem nisto.

Quanto à vida pessoal de Filipe Colinas, poucos sabem (e a Internet, obviamente, não esclarece) que ele é filho de mãe portuguesa e pai inglês. Após o nascimento de Colinas deu-se a separação e a mãe voltou para Portugal onde voltou a casar e a ter um filho. Filho esse que, por vocação também se tornou “cantor” e por laços familiares descobriu o incrível chip do irmão. A chantagem que se seguiu levou a que Colinas tivesse que criar uma adaptação do chip para o irmão, com menos alcance mas com igual capacidade de persuasão do ouvinte. Será coincidência a proximidade óbvia entre os apelidos Colinas e Represas???

Filipe Colinas já me tem debaixo de olho há anos, bem o sei. A forma de eu estar avisado é simples: A cada passo que dou, em cada sala que entro, cada rádio que sintonizo toca uma música dele. Nas casas-de-banho públicas, nos gabinetes de prova de roupa, nos intervalos do cinema. Ele faz questão de me avisar que está sempre a ver, a controlar. E sei que um dia destes me vai querer apanhar, não só porque eu sei o que mais ninguém sabe – mas principalmente para fazer testes comigo e tentar perceber porque é que o chip não funciona em mim...

13 comentários:

RRITA disse...

Que série é que andas a ver agora João?

Rui disse...

João, eu acho que estás a precisar de férias! Urgentemente....

Gustavo disse...

Bravooo....

Realmente, a explicação que faltava! Sinto-me muito mais esclarecido agora...

Mas infelizmente temo também pela minha vida, pois o chip nao funciona em mim! Quando ouvirmos Filipe Colinas juntos, será sinal de que estamos em perigo...

Francisco Gonçalves disse...

Varandas, Varandas não te podes esquecer de tomar o comprimido!!!!

Aline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Excepcional. Uma análise séria e cuidada de uma incrível anomalia. Podem chamar-te psicopata, mas não ligues. Estou contigo. Parabéns!

MJ disse...

Não é o teu melhor texto (porque há os do avô, da tua sis, etc...) mas é, sem dúvida UM DOS MELHORES! Foi um grande momento teu.E mais! Acho que nestas coisas sais ao teu avô Vasco: embirram com poucas pessoas mas quando embirram... não perdoam nunca!!

De facto, o Filipinho agonia!

(Lembro-te, no entanto, que é sempre bom ter por perto o comprimido cor-de-rosa!)
;D

LP disse...

Permitam deixar aqui o meu testemunho, na qualidade de oservador que acompanhou todo o processo de desenvolvimento e evolução desta intrigante teoria.

Em primeiro lugar, é um facto que "O Colinas" aparece frequente e inesperadamente em elevadores e vestiários de lojas sem que ninguém o convide. Acontece comigo também. E é de estranhar. Não me importava que fosse uma Joss "Calhau" ou a própria Diana "Gatinha" a entrar-me pelo vestiário. Importo-me, sim, pelo facto de se tratar de um cota com ar de mendigo.

Em segundo lugar, acredito que o chip exista. Mas não é só "O Colinas" que o utiliza. Cantores e bandas como "Robertinho Guilhermes" ou "JogadaFria" têm, também, o inexplicável dom de incutir em poucos dias, nas nossas mentes, todos os êxitos que lançam. A diferenças destes para "O Colinas" é que eles cantam bem e ele não - o que, provavelmente, justifica o fenómeno que acabo de mencionar e faz com que a minha explicação não tenha lógica nenhuma.

Em terceiro lugar, Sérgio Paulinho, com o fantástico tempo de 01.12'.45''.

Em quarto e último lugar, meu caro irmão, quero que saibas que estou contigo nesta luta e que, no dia em que fores apanhado pel'O Colinas, eu prórpio me encarregarei de trazer a verdade a público! É que que aqui o menino leu o "Catcher In The Rye" todinho e, portanto, sabe bem daquilo que se fala...



Já agora... mas quem é que, afinal, está a precisar de férias??...

LP disse...

Errata:
* observador
** próprio

MJ disse...

Efectivamente, já não sei quem precisa mais dos comprimidos...mas que é um mal de família....É, sem dúvida.

Varandas disse...

Sérgio Paulinho continua em grande forma... :)

Aline disse...

Concordo com o Rui, está sério...precisa de férias, está a desenterrar um caso que até parece ser " GENESIS" , heheh

4 de Agosto de 2010 21:24

13@ disse...

para ti só tenho duas palavras: Poca - espírito, hontas - dfo abismo, crianças dispam suas roupas!