Uma manhã "normal"

A minha vida nos minutos que vão do toque do despertador até ao sair de casa definitivamente para mais um dia de trabalho é de uma descoordenação incrível. É um non-sense inexplicável, uma sucessão de eventos infelizes que se repetem mesmo que eu me convença vezes sem conta de que não volto a cair nos mesmos erros.

Hoje no caminho para o trabalho tentei decorar mentalmente, enquanto a memória ainda estava fresca, o que mais uma vez me acontecera. É mais ou menos isto:

08:15 - Toca o despertador. Carrego no botão "Repetir"
08:20 - Toca o despertador. Carrego no botão "Repetir"
08:25 - Toca o despertador. Carrego no botão "Repetir"
08:30 - Toca o despertador. O botão "Repetir" já não está activo, carrego no "Parar". Aí sei que tenho que acordar. Sento-me e logo a seguir deito-me "Só mais um bocadinho e não é para dormir, é para programar o dia".
08:31 - Adormeço e durmo mais 15 minutos.
08:46 - Acordo de repente porque sei que já estou atrasado. Dou um salto na cama, enfio mal os pés nos chinelos, agarro-me ao armário para não cair.
08:47 - Nova tentativa de calçar os chinelos, caio na cama outra vez e penso que se alguém visse a figura que estou a fazer era uma vergonha.
08:48 - Pego na toalha, vou à cozinha ligar o esquentador embora saiba perfeitamente que o deixei ligado na véspera para não ter que ir lá de manhã.
08:50 - Banho.
09:00 - Tentativa de fazer a barba. As lâminas estão no quarto, vou buscar.
09:02 - Nova tentativa, a espuma está vazia ("logo à noite deito isto fora!"), tenho que ir buscar outra... ao quarto. Não sei porque ponho estas coisas no quarto. Faço a barba enquanto penso nisso.
09:10 - Regresso ao quarto, com a espuma na mão. Chego lá, olho para a espuma, penso que estou a ficar doido e volto a colocá-la no sítio onde estava. No quarto.
09:11 - Visto a roupa que tinha preparada na véspera. Graças a todos os santinhos, tenho o bom-senso de manter este hábito...
09:13 - Pontapé na perna da cama ao vestir as calças. Atiro-me para cima da cama com as dores.
09:15 - Tento calçar os sapatos sem a ajuda das mãos, agarro-me ao armário para não cair, percebo que tenho que me sentar para me calçar. Claro.
09:16 - Tenho que desligar o carregador do portátil da ficha que inexplicavelmente se situa debaixo da cama. Faço uma ginástica terrível, tiro a ficha à força e com o movimento dou um soco na perna da cama. Atiro-me para cima da cama com as dores.
09:18 - Arrumo o portátil à pressa.
09:20 - Saio de casa, bato com a porta, chamo o elevador.
09:21 - Entro em casa para pôr perfume.
09:22 - Saio de casa, bato com a porta, o elevador já desceu sem mim.
09:23 - Entro em casa para procurar o telemóvel, deixei-o em qualquer lado. Penso em ligar para ele para saber onde está. Como só tenho um, apercebo-me do ridículo da ideia. Encontro-o na banca da cozinha (???) ou na casa-de-banho.
09:25 - Saio de casa, bato com a porta, chamo o elevador.
09:27 - Saio do prédio e procuro o carro. Penso que durante a noite alguém o tirou do estacionamento onde estava e o pôs noutro. Tinha a certeza que o tinha deixado ali... afinal não.
09:30 - Arranco para o trabalho.

A partir daqui ainda podem acontecer duas situações: Lembro-me que deixei o almoço (que tinha preparado na véspera) no frigorífico ou que deixei o miserável carregador do portátil em cima da cama. Se nenhuma das duas acontecer fico feliz por ter acordado com tanta presença de espírito...

7 comentários:

MJ disse...

Meu Deus! E achava eu que os meus primeiros minutos de vida diária são infelizes!!!!!

Pastilhas Júnior disse...

Gostei muito desta "posta". Talvez porque me reveja nalgumas coisas. Bem, quer dizer...

Na minha opinião o título mais apropriado seria "75 minutos que podiam bem ser 20". ;)

Mas aquilo que me saltou à vista foi o facto de, já acordado e com dores, adormeceres durante 2m... 2 vezes!!! :P

Gustavo disse...

Eheheheh...

Não foge muito dos meus minutos iniciais, com a vantagem de eu não levar portátil para o trabalho e de nao fazer a barba... Pelo menos com lâminas!

Mas para compensar tenho os gatos e tenho sempre que cuidar deles de manhã...

:)

Thais disse...

Sim, sim, muito stress, mas... o que aconteceu na casa dos segredos? :P

Não a serio, gostei muito do post, especialmente da parte do despertador porque eu também faço isso eheh :D

Aline disse...

...e foste para o trabalho, esquentador ficou ligado, a duche a pingar, a janela aberta( que não chova!!!),não foste só comida no frigorífico e o carregador na cama que esqueceste...rsrs...Só lhe dou a dica de sempre olhar para os pés ,pois pode pular a parte de colocar os sapatos e ir de chinelo!!!

Ana Rita disse...

E ainda digo eu que tenho um acordar e um sair de casa complicado e "apressado"

tu bates qualquer "acordar"!!!

LP disse...

Com este post fizeste-me rir durante as minhas horas de trabalho de transcrição e visionamento. Isso é algo extremamente difícil de conseguir, meu irmão. Parabéns! E obrigado! ;)

(É que te tou mesmo a ver a cair na cama com dores e a ofender com nomes de baixo nível os seres inanimados sem culpa nenhuma...)