Slumdog Millionaire / Milk

De uma assentada, dois dos nomeados para o Oscar de melhor filme do ano.

Slumdog Millionaire, a aclamada obra de Danny Boyle (Trainspotting, A Praia), tem arrebatado quase todos os prémios do ano e tinha que ser mesmo especial. O realizador aposta numa fórmula que tem aceitação quase global, baseando-se num dos concursos mais vistos de sempre da televisão no mundo. Quem quer ser Bilionário?, como é conhecido em Portugal, traz-nos a história de um jovem indiano sem instrução e oriundo dos bairros de lata que está a uma pergunta de se tornar milionário num concurso de televisão. Durante o filme vamos acompanhando a história deste jovem e as situações por ele vividas que o levam a saber as respostas às questões que lhe são colocadas. O argumento é muito inteligente e bem construído, mas o ponto forte de Slumdog Millionaire é a realização genial de Danny Boyle, que nos apresenta alguns truques de realização que desarmam até o mais feroz dos críticos. A banda sonora de A.R.Rahman, conhecido compositor indiano, encaixa como uma luva nesta roda-viva de cor, luz, som e de um misto de emoções fortes que passa para o espectador a um ritmo impressionante. Danny Boyle não resiste e até consegue encontrar espaço para introduzir um momento “Fight Club na história. Estou, também eu, rendido - é provavelmente o melhor filme do ano, mesmo com a fortíssima concorrência de Changeling, obra-prima de Clint Eastwood. Aliás, estes dois filmes já me valeram bem mais do que alguns anos anteriores de cinema assim-assim....

Classificação: 19

A história do primeiro homossexual assumido a assumir um cargo político nos Estados Unidos, Harvey Milk, também se afigurava como um filme apetitoso. Principalmente porque tem Sean Penn, um dos melhores actores de sempre, mas também pela qualidade do elenco secundário, por ser mais uma obra de Gus Van Sant (O Bom Rebelde, Elephant) e por tratar de um assunto sempre sensível. Milk não surpreende, é aliás o que se espera: Uma biopic bem construída, uma história importante que deve ser contada e lembrada a cada momento. O elenco, esse sim, supera todas as expectativas. Josh Brolin está nomeado para o Oscar de melhor actor secundário, mas Diego Luna, James Franco e Émile Hirsh, com prestações corajosas, mereciam tanto ou mais o mesmo prémio. Milk não é uma obra-prima, mas é seguramente um dos melhores do ano. E é daqueles que devem ser vistos e interiorizados. Por todos, não só por alguns...

Classificação: 16

6 comentários:

Anónimo disse...

Tchetxas

Slumdog Millionaire é um excelente filme, mas a Cidade de Deus também!
Mais não digo!

Mariana disse...

O Slumdog é de facto genial! Quanta à banda sonora, q já ouvi dizer q é boa, sinceramente nem me apercebi dela... Ou seja, acho q estava tão empenhada em tentar perceber o inglês/indiano daquela gente que a banda sonora passou-me completamente ao lado.

Mas enfim... Gosto muito!

Milk... hei-de ver dentro de alguns dias, espero... e de preferência com legendas... pq parecendo q n, ajuda! :)

Beijo*

MPR disse...

O mais feroz dos críticos? Tipo eu? Já sabes o que penso do Slumdog...

Gustavo disse...

Apenas um reparo:

O Danny Boyle fez o Shallow Grave, o Trainspotting, A Praia e o 28 Dias Depois, por exemplo.

Quem fez o Fight Club, o Seven e O Jogo foi o David Fincher!!

;)

Varandas disse...

Obviamente, Gustavo, obviamente... vou tratar de alterar isso imediatamente. Obrigado pelo reparo! :)

Nuno Sousa disse...

Acho o slumdog um filme pouco mais que banal. Achei um outro filme muito superior e passou praticamente ao lado tanto na crítica especializado como na menos especializada... falo de " the boy with the striped pyjamas", este sim, na minha opinião um filme enorme com um climax final fabuloso. Slumdog... é apenas banal...previsível até!!! abraço de Mafamude