Harry Potter e o Príncipe Misterioso

Desilusão. É possível que o efeito Harry Potter já tenha passado de vez, é também aceitável que não estivessemos nos nossos melhores dias para apreciar devidamente o filme. Mas a clara impressão que fica é que em Harry Potter e o Príncipe Misterioso a saga dos jovens feiticeiros às tantas transforma-se, como dizia o meu irmão, numa espécie de “Hogwarts com Açúcar”. Aquele que para mim foi o capítulo mais negro da colecção, o que marca a reviravolta dos livros quase infantis para assuntos realmente sérios e mórbidos é abordado de uma forma demasiado leve, displicente até, com largos minutos dedicados a romances adolescentes, amores e desamores.

De resto, há demasiadas personagens que são postas de parte, umas nem sequer aparecem outras só têm uma ou duas falas e nunca mais as vemos (Molly Weasley? Tonks? Narcissa Malfoy? Os gémeos? O próprio Fenrir Greyback?). O argumento é vomitado aos trambolhões, há sequências que não fazem sentido, outras mal terminadas, outras ainda que nem sequer correspondem ao original. Até a cena principal deste capítulo, que no livro faria chorar até as pedras da calçada, nos passa à frente dos olhos sem sequer emocionar.

E depois há o problema dos actores. Se os professores são talentos confirmados e apostas seguras (Jim Broadbent é fabulosa escolha para professor Slughorn e é de longe o melhor do filme) a aposta em crianças no primeiro filme seria sempre um risco a médio prazo com o crescimento dos jovens actores. Rupert Grint escapa no papel de Ron, mas Daniel Radcliffe e Emma Watson (Harry e Hermione) estão longe de poder ser considerados bons actores...

Para quem leu o livro, Harry Potter e o Príncipe Misterioso é desilusão garantida. Para os outros, talvez não... Mas não levem grandes expectativas!

Classificação: 11

3 comentários:

choc^3 disse...

como eu sou anti-fanatismo-harry-potter nnc liguei muito aos livros e filmes, e este era já a partida um filme q nnc iria ver... mas valeu mt pela companhia, já não estavamos os 6 juntos assim há mt tempo...foi pelas piores razões, mas é bom ter-vos por perto;)

**

Dianinha disse...

Aqui a Dianinha também não gostou do filme ... fiquei desiludida, mesmo indignada! As cenas românticas foram um descalabro ... "RonRon" a mais e coisas boas que estão no livro nada de nada!

Estou mesmo a ver o último ser ainda pior ... e não posso deixar de pensar que Harry Potter é só para quem lê os livros e não quem apenas vê os filmes.

Beijoca*

Nônô disse...

O nosso querido Avô Vasco ensinou-nos a apreciar e adorar o cinema. Desde ai, nunca adormeci na sala de cinema excepto... durante os filmes de Harry Potter.
É sinal que estes filmes são fracos a nível de qualidade... Infelizmente, não conseguiram aproveitar o melhor dos livros...