Do gesso à fisioterapia

Finalmente! Cinco semanas depois tiraram-me o gesso da perna. Que emoção... Já tinha saudades de a ver. Tenho dores incríveis, não consigo rodar o pé e o meu tornozelo parece uma bola de ténis. Mas a fractura pelos vistos sarou e agora o resto, segundo o médico, vai ao sítio com várias horas de fisioterapia. Enquanto não começam as sessões oficiais, já vou fazendo umas por minha conta em casa com a lata de Pronto debaixo do pé enquanto escrevo.

O aspecto do pé não é o melhor, como se pode constatar pela foto que tirei logo após ter retirado o gesso. Pelas dores que sempre senti no tornozelo calculei que o pé estivesse mais ou menos assim. No entanto estava à espera de uma maior atrofia muscular na perna - os meus super-gémeos (modéstia à parte, claro - mas são mesmo super!) aguentaram-se bem e as pernas até estão mais ou menos... parecidas. Não estão?


(Atenção ao pormenor das fantásticas meias do Garfield!)

Agora venha de lá essa fisioterapia! Vai doer... mesmo...

5 comentários:

Pastilhas Júnior disse...

Finalmente o mundo da "blogosfera" terá mais descanso... :P Digo eu... :)
Bah! O que interessa é que estás recuperável.
Abraço.

João DTM disse...

Aqui a Canadiana parece estar no lado correcto!...
Sim tens bons Gémeos Rapaz!

Anónimo disse...

é normal o pé e o tornozelo ficarem inchados depois de tirar o gesso???

Varandas disse...

Perfeitamente normal. Conta com isso durante quatro ou cinco dias... As melhoras! :)

Anónimo disse...

Quanto tempo demorou ate voltar a andar sem apoio?