Um dia daqueles

- Dormir mal e muito, muito pouco (3 horas apenas);

- Meter a mão na bolsa para tirar as coisas da barba e enfiar o indicador em cheio nas cinco lâminas da gilette (o meu dedo parece a cara do Berlusconi) (Barba por fazer);

- Chegar a meio do caminho e ter que voltar atrás porque o raio do telemóvel ficou em cima da mesa;

- Por causa da anterior, chegar ao cliente com mais de uma hora de atraso;

- Mais de uma hora perdido entre Bragança e Vinhais, à noite, em estradas horríveis e desertas (#"$%"##$&#$ de GPS);

- Chegar, finalmente, à Residencial e constatar após duas horas de desespero que o ar condicionado, efectivamente, não funciona;

- Chegar à conclusão com a senhora da Residencial de que nos outros quartos se passa o mesmo porque está demasiado frio.

Cá estou no quarto, de casaco vestido, gelado, cansado, mutilado, irritado... e hoje é (só) isto.

7 comentários:

guntchalinho disse...

Há dias assim, meu irmão... Imagina se tivesses de acrescentar à lista uma multa de 250€ porfalta de inspecção...

13@ disse...

que menina que tu me saiste!

Dianinha disse...

Realmente há dias assim ... mas depois também aqueles dias em que sorrimos por pensar em coisas assim:

- o Benfica ganha

- vemos nas notícias "Radiohead em Portugal" (não é verdade mas bem que poderia ser)

- pensamos já na próxima viagem

- descobrimos uma música nova

- comemos uns camarões que jamais vamos esquecer

- vemos fotografias antigas que nos fazem rir

- lemos um livro até de madrugada

(...)

Também há dias assim! :D

Celina disse...

já diriam os ornatos:
"é só mais um dia mau..."

mas pensa assim, alguém se riu com o que escreveste, alguém muito maldoso para se rir de algo assim, claro. Alguém como eu!

(:

Mariana disse...

Lol! Tb so querias dias bons, queres ver?? :D

Sei o q isso é... Mas deixa la... tenho a certeza q hoje foi um dia bem melhor...

Beijo

Varandas disse...

Obrigadinho pela força... e pelas risadas maquiavélicas, já agora.

Quanto à nossa amiga 13@, acho que vou ter que passar a traduzir a escrita dela, que a maior parte do pessoal pode interpretar mal!

Neste caso, onde se lê "que menina que tu me saíste" deve-se ler "Oh, coitado do meu primo... como eu gostava de estar por aí para te dar um abraço daqueles e pelo menos fazer-te companhia!".

Varandas disse...

Ah! Dianinha, que belo dia idealizaste...talvez amanhã... ;)