Inglourious Basterds (Sacanas sem Lei)

Quentin Tarantino é um cineasta especial, e sempre que há uma estreia de um filme dele há garantia de bom cinema e de diversão pura na sala de cinema.

Não, Inglourious Basterds não é a obra-prima de Tarantino, essa continua a ser Pulp Fiction. Mas é absolutamente delicioso, duas horas e meia de filme que passam em vinte minutos. Corresponde a todas as expectativas e dá-nos vontade de ficar na sala para ver tudo outra vez do princípio na sessão seguinte.

Há um cruzamento de três histórias: Um oficial nazi com um jeito especial para caçar judeus / Um grupo de judeus americanos (os tais basterds) contratados pelos serviços secretos americanos para caçar nazis / uma rapariga judia com sede de vingança dos nazis. As personagens são todas tão bem caracterizadas e identificamo-nos tanto com elas que ficamos com pena de nunca mais as vermos. E não faltam (não poderiam faltar) as longas conversas, os diálogos geniais que Tarantino tornou célebres.

Uma palavra ainda para o ilustre desconhecido Christoph Waltz - absolutamente extraordinário a todos os níveis, criando uma tensão impressionante em cada conversa, em cada gesto. E que domínio de línguas espantoso...

Uma bela prenda de fim de Verão, a nova aventura de Tarantino... Espectáculo!

Classificação: 18

5 comentários:

Mariana disse...

Em cada gesto gesto???

MJ disse...

Tou curiosa. Quando me levas outra vez ao cinema? os últimos filmes que me levaste a ver foram "Quem quer ser bilionário?" e "Beleza Americana". Ou foi sorte ou já sabes do que gosto. ADOREI!
Bjs

Varandas disse...

O gesto gesto está corrigido, para não incomodar vossa excelência...

Quanto à outra excelência, apesar de Inglourious Basterds ser muito bom, não me parece ser o ideal para quem tem visitas tão esporádicas (e que por isso têm que ser sempre inesquecíveis) ao cinema. Infelizmente como tivemos muito bom cinema de quase todos os grandes realizadores nos últimos tempos quer-me parecer que vamos passar por uma pequena travessia do deserto agora. Espero estar enganado - esteja ou não, mais cedo ou mais tarde convoco-te... ;)

RRITA disse...

Brutal :)

(e para não correr o risco de contar cenas do filme a quem ainda não viu, não digo mais)

ana disse...

Com esta descrição dá mesmo vontade de ver já!! =)